Estimulação cerebral profunda melhora as funções neuropsicológicas na Doença de Parkinson

0
4770

IMG_2330

A Doença de Parkinson (DP) é uma desordem cujas manifestações clínicas observadas no âmbito motor e neuropsicológico influenciam a qualidade de vida do paciente. Artigo da Revista Neurologia publicou estudo que mostra a eficácia da Estimulação Cerebral Profunda (ECP) não apenas como um tratamento para os sintomas motores, mas também sobre os sintomas neuropsicológicos.

O estudo analisou a existência de diferenças significativas nos processos neuropsicológicos, tais como atenção, memória, linguagem, habilidades visuoperceptivas e função executiva em pacientes com DP antes e após a estimulação cerebral profunda.

A amostra consistiu de 20 pacientes parkinsonianos com faixa etária de 50-70 anos de ambos os sexos. Os pacientes foram acompanhados antes e após a ECP sendo submetidos a vários testes neuropsicológicos que avaliassem as áreas cognitivas estudadas, dentre eles o teste de Trilhas, a Figura Complexa de Rey, Wisconsin, dentre outros (link para o artigo no final do post).

Após estudo, constatou-se que existem diferenças significativas entre os escores antes e após a estimulação cerebral profunda em pacientes com DP na atenção divida e memória verbal.  O conhecimento desses resultados é relevante para a terapia neuropsicológica de pacientes com DP.

Para acessar o artigo completo: clique aqui! 

 

Confira também: 

Estudo aponta que é necessário rever programa de tratamento da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional para pessoas com Parkinson

GyroGlove: tecnologia vestível que promete neutralizar o tremor das mãos causado pela doença de Parkinson

O Quarteto: filme que aborda a doença de Parkinson

 

Conheça os cadernos de exercícios para estimulação cognitiva Reab.me!

cadernos

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.