Estilo de vida saudável parece proteger dos efeitos cerebrais relacionados à Doença de Alzheimer

0
3242

Uma dieta saudável e exercício físico regular pode ser essencial para manter as alterações cerebrais livres que conduzem à doença de Alzheimer (DA), de acordo com um pequeno estudo publicado no The American Journal of Geriatric Psychiatry.

Os pesquisadores estudaram 44 pacientes com uma idade média de 62,6 (variação 40-85 anos), que expressaram queixas subjetivas de memória (n = 24) ou comprometimento cognitivo leve (n = 20). Os pacientes foram submetidos a tomografia por emissão de pósitrons para determinar os níveis de depósitos de proteínas amilóides no cérebro. Os cientistas analisaram especificamente os níveis de depósitos de proteína nos espaços entre as células nervosas, para além dos nós, que são emaranhados de proteína tau em células do cérebro. Ambos são indicadores de DA. Verificou-se que alguns fatores de estilo de vida, como um índice de massa corporal saudável, atividade física e dieta mediterrânea estão relacionados com níveis mais baixos de placas e emaranhados da proteína amilóide.

Numerosos estudos têm sugerido que um estilo de vida saudável está associado com uma redução do “encolhimento do cérebro” e taxas mais baixas de atrofia dos tecidos cerebrais, mas este é o primeiro estudo a mostrar como os fatores de estilo de vida influenciam diretamente em níveis anômalos de depósitos de proteína no cérebro associados à DA.

Clique no link abaixo para acessar o estudo: [Am J Geriatr Psychiatry 2016]
Merrill DA, Siddarth P, Raji CA, Emerson ND, Rueda F, Ercoli LM, et al.

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.