Eletrodo ajuda cadeirante a mover as pernas novamente

1
3203

Depois de um acidente na neve há quatro anos, Jered Chinnock ficou “paralisado” a partir do tronco, incapaz de andar. Ele estava preparado para ficar em uma cadeira de rodas para o resto de sua vida, mas um novo estudo entre a Mayo Clinic e UCLA está ajudando-o a voltar a ficar de pé novamente.

Após fisioterapia intensa e uma cirurgia no ano passado, os médicos implantaram um eletrodo perto de sua medula espinhal. Este eletrodo recebe estimulação eletrônica, o que converte seus pensamentos de mover suas pernas para o movimento real. Atualmente, embora ele possa mover as pernas, ele não consegue sentir as pernas em movimento. A equipe que trabalha com Jered está animada. Eles perceberam mudanças dramáticas no movimento das pernas de Jered dentro de duas semanas, e pensam que esta tecnologia pode ser usada com outras partes do corpo também.

Espera-se que a equipe trabalhe com Jered nos próximos oito meses para ajudá-lo a progredir ainda mais.

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

1 COMENTÁRIO

  1. É maravilhoso ver os avanços tecnológicos e a força de vontade dos pacientes. Gostaria que fosse mais divulgado produtos para portadores de necessidades especiais.

Deixe uma resposta para Vanda Gomes Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.