Documentário sobre Nanismo: uma lição de um jovem sobre ser diferente

0
3095

Jonathan Novick estava cansado dos comentários insensíveis das pessoas. Ele estava pronto para mostrar às pessoas qual é a sensação de ser um “alvo”.

Novick, 22 anos, nasceu com acondroplasia, uma desordem do crescimento ósseo que causa nanismo. Para seu novo documentário, “Don’t Look Down on Me”, ele usou uma câmera escondida para documentar as reações que ele enfrentava diariamente. “Quando me mudei para a cidade há um ano atrás, eu comecei a experimentar estes encontros negativos “, disse ele ao Daily News.” Eu estava com tanta raiva”, lembrou. “Eu decidi que queria fazer alguma coisa.” Novick fez o seu vídeo de seis minutos como parte de um projeto com o Centro Televisivo Downtown Community, uma organização com sede em Manhattan, que oferece serviços de mídia comunitária de baixo custo, incluindo aluguel de equipamentos e oficinas. Eles estavam desenvolvendo uma série de filmes sobre as pessoas com deficiência e Novick pensou que sua contribuição seria um ajuste perfeito.

Seu filme mostra a multiplicidade de situações humilhantes que acorrem com Novick, incluindo pessoas tirando fotos dele e uma jovem perguntando: “O que ele é?”.

O filme termina com um apelo sincero: “Pense em todos os eventos da vida que levaram a pessoa até aquele momento, pense sobre o dia dela , pense que parte do dia dela que você quer ser.”

No início de agosto, Novick enviou o filme para o YouTube. Ele ganhou evidência rápido depois que ele postou no Facebook.

“Agora, eu tenho um monte de atenção”, disse ele. “E eu quero usá-lo para algo bom.”

Que tal você assistir e espalhar essas imagens por aí?

Fonte: nydailynews

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.