Dificuldades no manejo do dinheiro pode anunciar o Alzheimer

1
3118

A dificuldade para administrar o dinheiro pode ser um sinal de que as pessoas com problemas leves de memória poderão evoluir para a doença de Alzheimer segundo sugere um estudo recente publicado em 22 de setembro de 2009 na edição impressa do Neurology ®, o jornal médico da American Academy of Neurology.

O estudo envolveu 87 pessoas idosas que sofriam de transtorno cognitivo leve e  76 pessoas que não tinha problemas de memória. Todos os participantes passaram por um teste de administração do dinheiro no início do estudo e, novamente, um ano depois. As tarefas envolviam contar de dinheiro, fazer compras numa mercearia, utilizar talão de cheques e extrato de conta bancária, preparar contas de correio, e detectar situações de fraude.

Depois de um ano, 25 pessoas das 87 que sofriam de transtorno cognitivo leve desenvolveram Alzheimer. O estudo descobriu que as pessoas sem problemas de memória e as pessoas com transtorno cognitivo leve que não desenvolveram a demência pontuaram mais alto no início e mantiveram o mesmo resultado, um ano mais tarde enquanto as pontuações das pessoas com transtorno cognitivo leve que desenvolveram a demência foram menores inicialmente e diminuiram durante o mesmo período.

“Nossos resultados mostraram que as diminuição das habilidades de gestão do dinheiro são detectáveis em pacientes com transtorno cognitivo leve um ano antes de desenvolver a doença de Alzheimer”, disse o autor  Daniel Marson, JD, PhD, membro  do Departamento de Neurologia e de Alzheimer’s Disease Research Center da Universidade de Alabama, em Birmingham.

Ana Paula Mendes

1 COMENTÁRIO

  1. Quem trabalha com avaliação cognitiva, deve incluir na sua lista de materiais
    aquelas notas de brinquedo para testar o manuseio de valores.
    È sempre um bom preditivo de declínio cognitivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.