Dica para terapeutas que trabalham com clientes em fase aguda

4
3638

Olá pessoal!

Aqui vai uma dica importante para aqueles Terapeutas que lidam com clientes em fase aguda, com alterações do sistema respiratório e/ou cardiovascular. Nesses casos temos que monitorar nossos pacientes. Isto pode ser feito com um Esfigmomanômetro para aferir a pressão arterial, e um Oxímetro de pulso para medir a saturação de oxigênio no sangue.

O uso desses aparelhos nos permite intervir de forma mais segura, sem colocar em risco a saúde de quem atendemos.

wa

Se a pressão sistólica for superior a 180 ou a pressão diastólica for superior a 110 não é indicado prosseguir com a intervenção Terapêutica.

Se as taxas de saturação de oxigênio for inferior a 95%, também não é indicado continuar com a intervenção, neste caso é melhor que o cliente volte para a posição de conforto respire lentamente, fazendo inspiração pelas narinas e expiração pela boca.

Fica a dica.

4 COMENTÁRIOS

  1. Òtima dica meninas ! Já faço isso e é muito importante. Concordando com o colega acima, com pacientes saturando 90% pode sim haver intervenção porém não devemos nos guiar apenas pela saturação, sugiro observar a saturação e o nível de desconforto respiratório, alguns pacientes estão saturando bem, porém apresentando uma dispinéia que traz desconforto principalmente pacientes com DPOC.

    Denise Cavalcanti
    Terapeuta Ocupacional – Petrolina-PE
    Mestranda em ciências da Saúde e Biológicas- UNIVASF

  2. Ola Daniele e Anna, a faixa normal é de um ser humano para saturação de 97%, no ambiente em que estou abaixo de 95% já ficamos atentos para que a Saturação não caia mais, o que não queremos é complicação… Quanto ao esforço respiratório também faz se muito importante, ouvir os ruidos e saber interpreta-los, bem como também o gaste energético… Fiquei feliz com as observações de vocês… Abraços WALTER LUIS

Deixe uma resposta para Jack Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.