Cuidar exige entrega e entrega exige autocuidado

0
288

Eu não posso deixar de falar. Férias é um “lugar”, uma oportunidade de conexão, além de todas as definições e crenças que existem por aí. Saí de casa sabendo que ia ser “massa”, mas não esperava que fosse memorável. A alegria e encanto dos meus filhos me emocionou em vários momentos e me trouxe ainda mais a consciência de quanto a infância deles precisa ser respeitada e vivida de forma consciente por nós, pais. Do quanto os comportamentos são falas e que nossa consciência e atenção são necessárias.

Eu que pensava que o mergulho “ia ser na piscina” descobri que o mergulho foi em mim, em nós, nas nossas relações hoje. Em muitos momentos os olhares, sorrisos e as perguntas sobre a saudade de “quando fôssemos embora” me levou a contemplar e refletir. Olga (4 anos), de sensível que é, pediu para fazer um calendário com contagem regressiva, antes de tirarmos esses dias. E lá falava da saudade que ia viver no futuro. E assim, me deu a grande chance de uma conversa sobre aproveitar o presente. Um discurso que tava muito vivo dentro de mim naqueles dias. E pude até falar de mim, dos meus sentimentos… e de gratidão pelo presente que é ter o amor e a presença deles.

A oportunidade de “sair de férias” por poucos dias veio em uma época insana de trabalho. O marido conseguiu uma brecha justamente quando não havia possibilidade de espaço para mim. Pode não parecer, mas se eu quiser posso trabalhar 24 horas por dia e não paro. E aprender a parar por mim, por eles e pelo presente virou prioridade já tem um tempo. Então, adiantei o que pude e pedi licença sem angústia a tudo o que precisou esperar. E valeu cada instante. E como pedrinha jogada em um rio estou sentindo os efeitos de cuidar de mim, deles e do que importa agora.

Muitos que lerão isso vivem contextos desafiadores pelos mais diversos motivos, mas espero plantar a semente da importância de achar lugares e momentos de conexão.

Patrícia, Claudinha, fiquei encantada, feliz e grata por tudo que esse espaço pôde despertar em mim. @hotelvillageporto @corujices 💜

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.