Crianças com Autismo podem ser beneficiar ficando mais tempo na escola

2
5405

Estudo publicado na CODAS, uma publicação da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, mostrou que crianças e adolescentes com TEA (Transtorno do Espectro Autista) que permaneceram mais tempo na escola por semana apresentaram melhores resultados em inteligência não verbal e melhores habilidades de comunicação e comportamento.

O objetivo da pesquisa foi verificar a correlação entre tempo de permanência semanal na escola, e o desempenho de crianças com TEA em teste de inteligência não verbal e em habilidades comunicativas e de comportamento. Participaram deste estudo 44 crianças e adolescentes, com idade entre 6 e 12 anos. Todos os participantes matriculados em escolas regulares.

Na amostra do estudo, todos os 44 participantes eram de escolas regulares, sendo que onze estudam em escola particular (25%) e 33 (75%) em escola pública. Com relação à série em que se encontram os sujeitos, 7% estão matriculados no Jardim, 9% no Pré, 20% no 1º ano, 18% no 2º ano, 25% no 3º ano, 9% no 4º ano e 12% no 5º ano. O tempo de permanência semanal na escola dos sujeitos da amostra variava de 3 a 27,5 horas e, em média, as crianças passam 18 horas por semana na escola.

Se interessou pelo artigo e quer lê-lo? Clica no link abaixo!

CAMPOS, Larriane Karen de; FERNANDES, Fernanda Dreux Miranda. Perfil escolar e as habilidades cognitivas e de linguagem de crianças e adolescentes do espectro do autismo.CoDAS, São Paulo,  2016 .   Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-17822016005003101&lng=en&nrm=iso>. access on  12  July  2016.  Epub June 16, 2016.  http://dx.doi.org/10.1590/2317-1782/20162015023.

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.