Prometi e estou cumprindo: a referência que falei ontem (21/04) na live (em breve vai estar no Youtube) com @crefito1 está aqui: Jornal Internacional de Telereabilitação.

Nesses tempos de construção em relação a Telessaúde cabe a nós ressignificar esse uso da tecnologia para dar assistência às famílias. Mas para que isso seja implantado de forma segura e eficaz precisamos entender um pouco mais do que se trata essa “tal” de telessaúde.

Olhar o que já foi produzido nesse sentido nos ajuda a compreender um pouco como pode ser usado. Mas atenção: como trata-se de um Jornal Internacional, é importante lembrar com a clareza que o contexto cultural é outro, o momento histórico (principalmente falando sobre a atual pandemia COVID-19) é outro e as bases da sua profissão são o melhor guia para entender essa nova forma de assistência.

Esse jornal é bianual e se dedica aos avanços da telereabililitacão. Os primeiros artigos foram publicados em 2008. Acessibilidade, usabilidade, ferramentas e o estado na arte foi alvo das publicações iniciais.
Outros pontos como segurança, privacidade e perspectivas, inclusive com artigo voltado à Terapia Ocupacional podem ser encontrados.

Sendo assim, quem tiver tempo já pode começar lendo; e, quem agora não tem, já pode deixar essa postagem salva para poder ler depois.

Para acessar o jornal e ler aos artigos, basta você clicar aqui que o site será redirecionado, aproveita e depois conta aqui nos comentários se achou algum artigo que coube bem para sua necessidade atual, vai que você encontra um achado que pode ser útil para mais alguém?

Vale lembrar que os termos para o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação podem variar bastante de acordo com o referencial teórico, ou seja, cabe ao profissional buscar os referenciais que são coerentes com sua abordagem e utiliza-los como ferramenta de fundamentação teórica para sua prática e abordagem clínica.

Ah! Mas você ainda não conhece o que é a Telessaúde/Telereabilitação? Tem um vídeo lá na TVReab falando um pouco mais sobre ela!

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.