Como identificar sinais de violência no idoso!!

0
623

A Secretaria de Direitos Humanos e demais órgãos de proteção ao idoso sugerem que os profissionais de saúde estejam atentos aos sinais que possam vir a identificar que este indivíduo está sendo vítima de agressão.   

Existem algumas indicações específicas, sinais que comuns que ajudam a identificar situações de em que o idoso possivelmente está sendo agredido em seu âmbito familiar ou na instituição em que vive.

Os sinais do idoso:   

  •  Medo ou ansiedade na presença do cuidador, familiar ou profissional da instituição em que vive. Deve-se estar atento para a comunicação verbal ou não verbal e para as relações com familiares e/ou cuidadores. Ou seja, questões que vão além da avaliação corporal de lesões (que é a primeira avaliação a ser feita em busca de sinais de violência).  
  • comportamento do idoso muda quando o cuidador entra ou sai do espaço físico onde se encontra.
  • Aparência. A vestimenta descuidada, pouca higiene, má conservação de próteses e órteses (quando descartada a ausência de condições financeiras).
  • Não querer responder as perguntas feitas pelo profissional de saúde, ou olha com insegurança para o cuidador, familiar ou profissional da instituição antes de responder.
  • Negação e/ou fuga do tema para responder perguntas relacionadas ao assunto violência.
  • Explicações improváveis de lesões ou traumas.
  • Presença de três ou mais quedas no ano, as quais podem ser indicadores de existência de violência.
  • Administração incorreta de medicamentos (observar casos de superdosagem).

Os sinais do cuidador/ familiar ou profissional da instituição que abriga o idoso:

  • Dificulta ou evita que o idoso e o profissional de saúde conversem em particular.
  • Insiste em contestar as perguntas que são dirigidas a pessoa idosa.
  • Põe obstáculos para que se proporcione assistência domiciliar a pessoa idosa.
  • Culpabiliza o idoso por tudo o que acontece, inclusive por suas condições de saúde.
  • Não está satisfeito com o fato de ter de cuidar da pessoa idosa.

É responsabilidade do profissional de saúde sempre estar atento a situações de violencia contra os idosos, reconhecer essas situações e denunciá-las.

A literatura internacional comprova que a violência contra a população idosa não é um problema apenas da sociedade brasileira. Diferentes culturas, etnias e classes sociais apresentam situações de maus-tratos contra os idosos, que frequentemente se calam e se isolam ao enfrentarem essa situação, fazendo com que os outros não tomem conhecimento desse tipo de violência. 

Precisamos ficar atentos!

Fonte: Caderno de Violência Contra a Pessoa Idosa (Quer baixar? Clique aqui!)

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.