Ele tem Alzheimer e… um blog!!

0
3234

O blog é simples, sem muita preocupação com visual, mas com muito conteúdo. A iniciativa foi de David Hilfiker, um médico aposentado de 68 anos de idade que mora com a esposa na capital Washington.

Em 1990 David e a esposa fundaram a casa de José, um lar para pessoas sem-teto com AIDS e câncer. Em setembro de 2012, David descobriu que tinha um “déficit cognitivo progressivo,” quase certamente causado pela doença de Alzheimer. A partir daí começou um blog que é a história dele, da vida, do dia-a-dia com essa doença e as suas reflexões sobre ela.

Segundo David,  “Nós tendemos a ter medo da doença de Alzheimer ou envergonha por isso. Vemos isso como o fim da vida, em vez de uma fase da vida com todas as suas oportunidades de crescimento, aprendizado e relacionamento. Vemos apenas o sofrimento e o perder a alegria. Eu gostaria de não ter a doença de Alzheimer e sacrificaria muito para me livrar dela. Mas essa não é uma das possibilidades. Então, eu vou acolher este período da minha vida. Na verdade, e incrivelmente, este tem sido até agora um dos períodos mais felizes da minha vida.”

Para David, o blog é um livro de memórias e ele tem postado tudo o que pode no site. Exemplos como o de David podem ajudar muitas pessoas e famílias, por isso resolvemos escrever sobre ele. Acho que iniciativas como esta, precisam ser divulgadas. Para quem quer ler o blog e salvá-lo para sempre conferir os novos posts de David, aqui está. Boa jornada, caro David.

 

Im so proud of you, David! Thank for all people who you’re helping with your blog….

 

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.