A revista Fisioterapia em Movimento possui um estudo publicado (2010) sobre pacientes que adquiriram um sentar independente com o uso do balaço da Terapia de Integração Sensorial (TIS). Tendo em vista a relevância do assunto para alguns terapeutas, bem como pais que buscam mais informações sobre essa terapia, trouxemos essa referência.

A amostra do estudo foi composta por três crianças com Síndrome de Down entre 6 e 7 meses sem controle de tronco na posição sentada sem apoio. Crianças típicas adquirem o sentar independente em torno dos 7 meses, enquanto as com Síndrome de Down em média aos 10 meses.

 

Para quem não conhece a TIS foi desenvolvida por Jean Ayres na década de 1960. Tem como recursos terapêuticos disponíveis os equipamentos táteis (superfícies de diferentes texturas), equipamentos sem suspensão (cunha, escorregador, cama elástica, prancha de equilíbrio) e equipamentos com suspensão (rede, balanços, corda).

No estudo as estimulações iniciaram com o balanço composto por plataforma revestida com Etil Vinil Acetato (EVA®) colorido e texturizado sendo movimentado para frente e para trás e com ajuda total do terapeuta, que aos poucos, diminuiu o seu contato com o paciente. As sessões aconteceram três vezes por semana e com duração de 30 minutos. Os resultados foram:

  • A criança nº 1 adquiriu o sentar independente após a 10ª sessão
  • A criança nº 2 adquiriu o sentar independente após a 12ª sessão
  • A criança nº 3 adquiriu o sentar independente após a 18ª sessão

Foi necessária uma média de 15 sessões para obtenção dessa postura independente.

Se você conhece outros estudos que podem servir para pais e terapeutas interessados no assunto, comenta!! E quanto mais atualizada a fonte, melhor, tá? Pais e terapeutas agradecem! =)

Imagem: Freepik

DEIXE UMA RESPOSTA

7 + três =