A meditação e seu benefício cerebral

0
2951
Uma pesquisa publicada na Brain Research refere que a meditação pode realmente modificar as ondas alfa do cérebro, que ajudam a regular a entrada sensorial do ambiente circundante.

Pesquisas anteriores já haviam encontrado outras mudanças no corpo durante os estados meditativos. Estudos mostram um benefício na saúde a longo prazo decorrente da meditação regular – uma redução na ocorrência de depressão naqueles que têm a condição, é um exemplo. Áreas do cérebro associadas ao aprendizado e ansiedade podem realmente sofrer alterações físicas com a meditação diária.

Estudos mostram que a meditação faz diminuir os níveis de ansiedade, pressão arterial e estresse. De acordo com o publicado, “Quando você é capaz de “acalmar o seu cérebro”, você abranda os neuroquímicos.

Alívio do estresse

Especialmente hoje, com todos os nossos meios de comunicação social, somos inundados com estímulos, e nós não permitimos uma trégua para os nossos corpos e mentes. Então, muitas vezes, nós estamos apenas sendo bombardeados com entrada e estresse, e os nossos corpos e mentes nunca tem essa oportunidade para “descansar”.

Pessoas referem que dores de cabeça e problemas gastrointestinais podem melhorar depois de meditar. A meditação é especialmente boa para ajudar com a ansiedade e a depressão.

No entanto, a meditação deve ser vista como coadjuvante e problemas de saúde devem investigados por um médico. Posteriormente a esta investigação, a meditação em conjunto com medicamentos e outras terapias pode ter resultados satistafatórios.

Foto: Hape_Gera

 

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.