A demência é uma condição interfere diretamente no padrão de funcionamento dos idosos, interferindo em sua rotina, atividades sociais e até mesmo de lazer.

Trouxemos algumas dicas para facilitar o dia-a-dia de idosos com demência, pensando principalmente em diminuir as situações de riscos que o ambiente pode oferecer como: saídas inesperadas, superdosagem (acidental) de medicamentos ou até quedas, seja por baixa visual (não enxergar bem), tipo de calçado ou até mesmo porque esqueceu de acender a luz.

“Vamos as dicas?”  

1- Luz com sensor de movimento: A primeira delas é um ítem que você deve conhecer, são os sensores de movimento para luz, algo simples, mas que pode fazer uma enorme diferença diminuindo riscos de acidentes devido ao ambiente escuro. Coloque essas luzes em locais estratégicos, como, corredores, banheiro e cozinha ou ambientes mais frequentados pelo idoso durante à noite quando está sem supervisão.

2- Abajur ou luminárias noturnas: Ainda falando sobre iluminação, as luminárias elétricas podem ser uma opção; geralmente, colocadas ao lado da cama, deixam o ambiente iluminado durante à noite, também com o objetivo de previnir acidentes.

3- Detector de fumaça: Para idosos que gostam de cozinhar, mas sempre relatam esquecer a comida no fogo.

4- Dispensador automático de medicamentos: Tem um post completo sobre um tipo de caixa de remédio aqui no nosso site, acesse clicando aqui.

5- Torneiras automáticas: Além de evitar o desperdício de água, evita também preocupações com pequenos alagamentos que podem causar escorregões, principalmente dentro do banheiro. (É necessário treinar o idoso para o uso, já que será algo diferente do habitual)

6- Relógio digital: O idoso, principalmente com demência, precisa se orientar temporalmente, saber o que é dia/noite e horários de se alimentar, por exemplo. Lembre-se sempre de dizer ao idoso o que ele está fazendo e mostrar que horas são, isso pode facilitar na rotina. Para isso, aquele relógio digitais que mostra as horas de forma “mais fácil” pode ser ideal, já que para alguns, orientar-se pelo ponteiro pode ser difícil.

7- Acessibilidade móvel: A dica da vez é tornar os celulares acessíveis para os idosos, principalmente por ele ser um dos principais meios de comunicação atualmente. Você pode ir nas configurações do aparelho, clicar na opção acessibilidade e aumentar o tamanho da letra ou até colocar cores constrastantes, facilitando o uso.

Diminuir os estimulos também é uma boa pedida, a ideia é deixar na tela inicial apenas alguns recursos de uso frequente, como por exemplo o aplicativo de ligações.

8- Relógio GPS: Alguns idosos que costumam sair sem avisar e principalmente idosos com demência, existem atualmente relógios que podem ser acompanhados via GPS, assim, caso aconteça do idoso se perder, seus cuidadores terão acesso a sua localização.
Também existem palmilhas com GPS, confira clicando aqui, e celulares, como os iPhones têm funcionalidade que permite saber onde a pessoa está.

É necessário lembrar sempre que a indicação e treino de recursos para adaptação dos ambientes e atividades diárias dos idosos requer uma avaliação prévia profissional. Procure um terapeuta ocupacional que possa te ajudar a investir com segurança em modificações que de fato funcionarão na vida do idoso!

Tem alguma dica? Deixa aqui nos comentários.

Imagem: Freepik

COMPARTILHAR
Webwriting Reab.me | Terapeuta Ocupacional

DEIXE UMA RESPOSTA

5 + três =