5 estratégias para incentivar as habilidades de higiene em crianças com deficiência

5
21065

Higiene é uma das questões diárias que temos sempre que estar incentivando e ensinando às crianças. E isso, com certeza, não é diferente quando o assunto são crianças e jovens com deficiência. Muitos pais e cuidadores sabem que as orientações do tipo “Lave as mãos antes de comer” ou “Escove os dentes antes de dormir” podem não bastar e até soar como chato e entediante, em especial quando precisamos da ajuda de materiais e utensílios para desempenhar essas tarefas (pessoas com deficiência física necessitam de adaptações ou de formas diferentes de desempenhar a atividade para garantir a participação da forma mais independente e autônoma possível).

Além dos incentivos verbais, podemos nos cercar de outras estratégias para alimentar nas crianças e jovens o hábito e interesse nas atividades de higiene sem parecer chato, contando com a participação e entusiasmo deles. 😉

Aqui estão cinco estratégias para maior conscientização e ajuda nas habilidades de higiene com crianças mais velhas, adolescentes e jovens adultos com necessidades especiais:

1. Use livros confeccionados e livros infantis

Você pode criar materiais que incluam fotografias, espaço para a criança desenhar imagens dos objetos, atividades de sequenciamento, uma história e até a descrição de situações que deem oportunidade de resolução de problemas sobre as tarefas de higiene (“e se a pasta de dente que você vai usar acabar, o que você deve fazer?“).

Já pensou em fotografar os espaços e utensílios da criança para usar como ferramenta para estimulação? Pode ser uma boa também!

Outro excelente recurso quando pensamos nos pequenos são os livros infantis. Demos uma olhadela em sites de grandes livrarias e encontramos alguns títulos relacionados a escovar os dentes, por exemplo esse livro-brinquedo de Leslie McGuire (Editora salamandra).

Captura de Tela 2015-03-26 às 07.34.12

2. Use aplicativos! 

pepi1

Aplicativos podem entrar no contexto de conscientização dos hábitos de higiene. Esse aplicativo é o Pepi Bath (já falamos dele aqui no Reab.me, clica aqui para saber mais) e traz mais de uma atividade de higiene onde a criança deve interagir e ajudar o menino e a menina a ficarem limpinhos.

 

3. Use histórias sociais

Criar uma história social com a rotina diária da criança pode ajudá-la nesse processo. Não sabe o que é história social? Clica aqui.

 

4. Use vídeos!!

Ah, vídeos e músicas também podem ser uma excelente pedida!! Conhecem esse material? Muito legal.

Letra do livro “Vamos Escovar os Dentes!” de Beatriz Matiotti Odriozola, musicada por Carlinhos Borges e interpretada pela cantora e contadora de histórias, Carol Levy.

5. Use jogos!!

Que tal um bingo com as imagens e vocabulário relacionado à higiene? Ou que tal um jogo de memória com os personagens antes e depois de praticarem atividades de higiene? Se você não tem habilidades de desenho ou coisa parecida, pode usar de objetos reais nos seus jogos, quem sabe você não mistura vários objetos em uma caixa e vai pedindo para retirar os relacionados com determinada atividade de higiene? Pense nos recursos que você tem em mãos e também em imagens que você pode conseguir na internet.

dentes dentes2 dentes3

Esses materiais são alguns dos que vocês encontram no site dimensiondentistry.com. Com ele você pode usar da atividade de colorir para contextualizar a higiene.

Claro que é válido lembrar que cada criança com deficiência tem um perfil, uma necessidade que precisa ser considerada para adaptação dos recursos que vamos usar. Sempre esteja atento a essa questão, caso você não seja terapeuta ou não tenha capacitação e orientação de um profissional capacitado para este fim. =) 

 

 Veja também: 

– Problemas para escovar os dentes de crianças com Autismo? Porque isso acontece e como ajudar

– 14 Aplicativos usados na Reabilitação!

 

Conheça os cadernos de exercícios Reab.me!

cadernos

 

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

5 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta para Manoela Sousa Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.