Como prevenir a doença de Alzheimer? Conheça os 4 pilares da prevenção

4
3419

A maneira eficaz de lidar com o Alzheimer, mesmo neste momento na história onde estamos “quase lá” na cura, é prevenir ou retardar a doença.

5743916882_f2f3c52105

Como se faz isso? Compreendendo os elementos cruciais para prevenção!!!

Assim, você pode cuidar de si mesmo e de seus entes queridos que estão lutando com esta doença.

Preste atenção nos seguintes pilares da prevenção:

Dieta e Suplementos. Assim como o resto do seu corpo, seu cérebro precisa de uma nutrição adequada, fluxo de sangue, energia e cuidado. Descubra como pode ser fácil melhorar a saúde do cérebro com dieta e suplementos. Não ache que lendo reportagens sobre assunto você encontrará algo adequado para você, é importante que você consulte um bom nutricionista para isso!

Gerenciamento de estresse. Os efeitos da rotina em seu corpo são bem conhecidos, mas você sabia que seu cérebro também sofre quando você está estressado? Descubra como você pode se beneficiar de técnicas simples alívio de estresse, que pode reduzir drasticamente o risco de desenvolver a doença de Alzheimer.

Gerenciar o seu estresse diário é parte vital na estratégia de prevenção do Alzheimer. Estudos têm mostrado que há uma alta correlação entre ter colesterol alto, pressão alta, e/ ou altos níveis de cortisol (que ocorre na presença de estresse) e o aparecimento da doença de Alzheimer. O estresse tem se mostrado um fator-chave em todas essas condições de saúde.

A gestão do stress tem muitos outros benefícios positivos, como: como melhorar a função do coração, reduzir a ansiedade, diminuir a dor crônica e até mesmo aumentar da longevidade.

Alguns exemplos de técnicas de gerenciamento de estresse incluem:

– Meditação

– Massagem

– Oração

– Imaginação Guiada e Visualização

– Hipnose

– Respiração profunda

Tenha em mente que cada pessoa é única, e pode haver uma atividade de relaxamento que não esteja listada neste post. Você precisa encontrar e explorar  algo que funcione melhor para você.

Exercício. Como não poderia deixar de ser, se você quiser manter corpo e a mente saudável,  você deve se exercitar. Mas, além de exercícios físicos, é hora de você descobrir que os exercícios mentais são essenciais para sua saúde e bem-estar. Procure sempre exercitar o corpo e a mente.

Sabemos que exercícios físicos não é prática de todos. Alguns têm dificuldade de reconhecer atividades físicas que possam ser prazerosas, mas é necessário pesquisar e experimentar. A depender da idade e da condição de saúde existem exercícios físicos que podem ser mais benéficos. Procure um profissional da área de educação física ou de fisioterapia para conversar sobre isso.

Se você já conhece alguém com Alzheimer e quer saber sobre exercícios, leia:

Exercícios físicos para pessoas com Alzheimer

No que diz respeito aos exercícios mentais, você pode e deve se envolver em atividades estimulantes (ter prazer é sempre essencial!) e que trabalhem as funções cerebrais. Saiba que qualquer atividade que você desempenhe tendo que lembrar, prestar atenção e se concentrar podem ser válidas. Claro que estamos falando aqui de forma resumida, o que queremos é conscientizar que as tarefas por mais simples que sejam e que exijam algo de seu cérebro já são válidas! E, claro, se você uma estimulação mais direcionada, procure um terapeuta ocupacional que te avalie, oriente e quem sabe até, te acompanhe em sessões de estimulação cognitiva.

Ah, aqui no site temos várias dicas de atividades para todas as idades. Clica aqui e veja!

Medicamentos. As medicações também podem fazer parte dos pilares de prevenção para o Alzheimer, mas cabe a seu médico conversar com você sobre isso.

Lembre-se: é sempre importante se manter ativo e não ter receio de procurar profissionais, amigos e familiares. =)

Fonte: alzheimersprevention.org / Imagem: alles banane

 

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

4 COMENTÁRIOS

  1. Hoje com maioria da população de pessoas com idade avançada. Temos que evidenciar os estudos e a divulgação destes para a população.

  2. Daqui a um mês completo 90 anos. Acho que além da memória falhando de vez em quando , ainda tenho esperança de não adquirir essa triste doença, que acompanha muitas companheiras aqui do Lar em que moro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.