10 dicas para o natal com a pessoa com Alzheimer

0
733

Umas das dificuldades de quem cuida é sintonizar a pessoa com Alzheimer ao seu ambiente, e isto inclui datas comemorativas como o Natal.

Pensando nisso, a Alzheimer’s Society reuniu 7 dicas (e nós inserimos +3) para tornar essa época, esse dia mais leve, tranquilo e harmônico para quem tem a doença e quem convive com quem a tem. Algumas das dicas, acompanham relato de quem cuida.

1. Coloque as decorações de Natal gradualmente

Introduza lentamente o ambiente do Natal. Pense em colocar as decorações gradualmente ao longo de alguns dias para que não venha como uma grande mudança na configuração usual da pessoa.

Este ano eu coloquei a árvore no primeiro de dezembro. Ela ficou feliz, especialmente ao ver um antigo enfeite de Natal (mesmo sem reconhecê-lo).

2. Convide-o para opinar na decoração

Vermelho ou dourado? Nesta época do ano muitas famílias costumam se reunir para definir qual será a decoração de natal do ano.
Lembre-se de convidar o idoso para participar do momento com seus gostos e opinião.

Pergunte sobre cores que ele prefere e onde colocar cada item de decoração.

3. Mantenha o Natal simples e familiar

Alguém com demência pode se sentir sobrecarregado durante o período de Natal, então é melhor não exagerar. Manter o nível baixo de atividades no dia ajudará a pessoa com Alzheimer a relaxar.

Aderir a uma rotina familiar também é uma boa idéia, quando possível. Ter refeições em horários regulares e em ambientes familiares ajudará a limitar qualquer confusão potencial.

4. Envolva a pessoa com demência

Há muitas maneiras de envolver as pessoas que vivem com demência no clima de Natal, pode ser algo simples como pendurar um enfeite na árvore ou parar para uma compra de Natal. O importante é que eles se sintam incluídos.

Um relato de familiar: 

Minha mãe ainda queria enviar cartões de Natal, então eu a fiz escrever seu nome em um pedaço de papel. Eu então digitalizei, redimensionei e copiei e imprimir em etiquetas feitas computador. Mamãe me ajudou com algumas etiquetas, ela se sentiu envolvida, e eu escrevi o nome dos destinatários no topo e fiz os envelopes. Nós fizemos cerca de 25 cartões naquele ano. Ela não poderia escrever seu nome mais de uma vez, mas conseguimos enviar 25 cartões com seu nome“.

5. Planeje uma ceia tranquila

Um grande número de convidados pode ser angustiante, então peça a família e amigos para espalhar suas visitas durante o período festivo. Se começar a ficar com muita gente de uma vez só, designe um quarto em sua casa, um “quarto silencioso”, onde a pessoa com Alzheimer possa relaxar ruídos altos.

6. Evoque receitas antigas

Aquele panetone de frutas ou um peru recheado com vinagrete… Hmmm…
Existem memórias inesquecíveis, principalmente quando relacionadas à atividades que faziam parte de rotina do idoso. Incentive-o a lembrar de comidas típicas do Natal e em seguida descubra velhas receitas com ele.

7. Traga de volta memórias antigas

Que tal trazer memórias de uma música antiga que costumava desfrutar ou de um filme clássico de Natal, encontre algo divertido que quem cuida possa participar. Fazer um álbum de fotos familiares ou uma caixa de memórias pode ser uma boa maneira de passar o tempo juntos.

Um relato de quem cuida:

Eu criei um ‘iPad de memória’ que não tem nada além de centenas de fotografias de amigos, familiares e lugares. Usando meu computador, adicionei nomes, datas de ano e nomes de lugares. Foi um longo trabalho de amor, mas pagou dividendos à medida que atualizei regularmente com novas fotos de interesse para ela“.

8. Fique atento a comida

Embora muitas pessoas comam muito no Natal, um prato cheio pode ser assustador para alguém que tenha dificuldades em comer. Ah, cuidado também com comilança em excesso, muitos idosos comem e não percebem a sensação de saciedade.

9. Cuidado na hora de comer

O cuidado na hora de ingerir a comida deve ser essencial, principalmente em algumas fases da demência. Embora tradicional, o momento de comer não deve ser regado à conversas. Esteja atento para que o idoso não converse enquanto come, evitando possíveis engasgos.

10. Seja flexível

É fácil ficar preso nas tradições de Natal, mas essa temporada festiva pode começar a parecer diferente à medida que a demência avança. Vale sempre a pena ter um plano B, e esteja preparado para mudar os planos de Natal, caso algum elemento do planejado não estiver funcionando.

Sempre é importante lembrar que cada experiência é única. Valide sempre a ideia de mudanças com outras pessoas envolvidas no processo de cuidar.

* Esse é um post de Dezembro de 2018, devido sua 
relevância para a temática natalina, resolvemos repostar
Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.